Google Analytics

O Google Analytics é uma solução para a análise da utilização de sites por meio da coleta dos acessos, medições e relatórios. Uma conta do Google Analytics permite o gerenciamento de até 100 propriedades (sites) e cada uma pode ter até 25 vistas, que permite a gestão descentralizada por meio de filtros e delegação de permissão para cada vista.

….

….

….

 

Público

 

No menu lateral, acesse o item Público → Visão geral e selecione um indicador. Os valores apresentados referem-se ao período definido no canto superior direito da tela.

  • Usuários → indicador que contabiliza a quantidade de usuários distintos por o site;
  • Novos Usuários → indicador que contabiliza a quantidade de usuários que visitam pela primeira vez o site;
  • Sessões → indicador que contabiliza uma unidade para o conjunto de visitas dentro de um período pré-determinado (30 minutos);
    • o período de tempo da sessão pode ser configurado em:
    • Administrador → Propriedade → Informações de acompanhamento → Configurações da sessão;
  • Número de Sessões por Usuário → indicador do percentual médio de sessões por usuário (novas visitas do usuário);
  • Visualização de página → indicador que contabiliza a quantidade visitas totais por página;
  • Páginas por sessão → indicador que contabiliza a média do número de páginas visitadas a cada sessão;
  • Duração média por sessão → indicador que contabiliza a média da duração da visita a cada sessão;
  • Taxa de rejeição → indicador do percentual médio de sessões em que o usuário fez apenas uma visualização de página (não continuou a navegação);
  • Outros indicadores → indicadores demográficos (idioma, país, cidade), de sistema (navegador, SO, provedor) e do celular (SO, provedor, resolução de tela);

Esses indicadores possuem páginas próprias com mais detalhes, como o “Público → Usuários ativos” que permite identificar quantos usuários usam o site apenas 1 dia ou se são usuários frequentes. Algumas dessas páginas estão com outros nomes, como o indicador demográfico está em “Público → Geográfico”, já o indicador do celular está em “Público → Dispositivos móveis”.

Há também indicadores que utilizam informações coletadas a partir de todos os usuários do Google Analytics, não apenas do site atual, como:

  • Informações demográficas
    • idade, sexo;
  • Interesses
    • categoria de afinidade, segmento de mercado;
  • Comparativo de mercado (compara com média de outros site que usam Google Analytics)

 

Selecione o indicador pelo menu ou clicando no pequeno gráfico abaixo do valor de cada indicador:

 

Compare indicadores em períodos distintos por meio da seleção no canto superior direito da tela.

….

 

Comportamento

 

No menu lateral, acesse o item Comportamento → Conteúdo do site → Todas as páginas e verifique as informações de navegabilidade por página. Os valores apresentados referem-se ao período definido no canto superior direito da tela.

  • Visualizações de página → quantidade de visitas a página;
  • Visualizações de páginas únicas → quantidade de visitas a página em sessões distintas (não contabiliza o acesso na mesma sessão);
  • Tempo médio na página →tempo médio que usuário permaneceu em uma página;
  • Entradas →quantidade de visitas no site em que a página foi a primeira;
  • Taxa de rejeição → indicador do percentual médio de sessões em que o usuário fez apenas uma visualização de página (não continuou a navegação);
  • Porcentagem de saída → porcentagem de visitas no site que houve navegação de páginas e a página foi a última visitada;

É possível visualizar os dados nos formatos: tabela, gráfico de pizza, gráfico de barras, comparação e tabela dinâmica. Além disso, pode-se filtras as páginas por meio do campo de pesquisa ao lado da seleção de formato.

….

….

Aquisição

 

No menu lateral, acesse o item Aquisição → Todo o tráfego → Canais e verifique as informações da origem do tráfego (aquisição de usuários). Os valores apresentados referem-se ao período definido no canto superior direito da tela.

  • Paid Search → acesso a partir de um resultado pago em pesquisas de buscadores;
  • Organic Search → acesso a partir de uma pesquisa em buscadores;
  • Direct → acesso a partir do endereço do site;
  • Referral →acesso a partir de um link em outro site;
  • Social → acesso a partir de links em redes sociais;

É possível visualizar os dados nos formatos: tabela, gráfico de pizza, gráfico de barras, comparação e tabela dinâmica. Além disso, ao selecionar uma das origens do tráfego, pode-se obter informações detalhadas tanto da origem quanto do endereço visitado no site (página de destino). No detalhamento por página de destino, pode-se adicionar uma dimensão secundária para verificar a relação entre origem e página de destino.

….

….

Reinaldo Gil Lima de Carvalho é Analista Judiciário do TRT 8ª Região,
consultor do Debian GNU/Linux e organizador compulsivo do conhecimento.

 

%d blogueiros gostam disto: