Introdução ao Drupal

O Drupal é um projeto de código aberto para o desenvolvimento de Portais Corporativos sem a necessidade de codificação, apesar disso, o seu público-alvo são desenvolvedores, diferente de outros sistemas de gerenciamento de conteúdo em que o usuário avançado é um público-alvo.

A plataforma fornece recursos para a criação, edição e remoção de conteúdos e diversos tipos de dados, bem como recursos de gerenciamento de menus e controle de permissões. O Drupal tem sido utilizado em grandes projetos, veja aqui os casos de sucesso, por ser altamente customizável e extensível, uma vez que é organizado como um framework em que os módulos adicionam recursos ao seu núcleo, novamente diferenciando-se dos demais CMS que utilizam plugins que implementam funcionalidades completas.

O Drupal utiliza estruturas de dados em forma de entidades, com campos específicos para texto, números, data, arquivos, imagens, bem como para relacionamento entre as entidades. Os dados cadastrados podem ser apresentados em formato de lista, tabela, grid, slideshow, accordion, etc. Parece programação? É programação por meio de configuração, por isso é necessário entender de lógica de programação para poder construir sites com o Drupal, ainda que não haja codificação na maioria dos projetos. Já o usuário do site construído em Drupal necessita apenas de conhecimentos básicos de informática.

Outra característica relevante para o desenvolvedor front-end é o fraco acoplamento entre os templates HTML e o Drupal. Isso permite que sejam criados temas a partir de arquivos HTML que dependem apenas da indicação das áreas que terão seus conteúdos gerenciados pelo Drupal, denominadas Regiões.

Conheça mais lendo o meu livro sobre Drupal, é gratuito. Se for empresa, contrate uma capacitação.

Informações adicionais

Simplytest.me

O simplytest.me fornece instâncias temporárias do Drupal a partir da instalação automatizada de um conjunto de módulos e temas selecionados, com resolução automática de dependência. Use a opção Advanced Options para selecionar os módulos e temas adicionais que devem ser instalados. A seleção dos módulos pode ser realizada diretamente pela URL, conforme os exemplos:

Após criar a instância do Drupal, autentique-se com usuário e senha “admin”.

Reinaldo Gil Lima de Carvalho é Analista Judiciário do TRT 8ª Região,
consultor do Debian GNU/Linux e organizador compulsivo do conhecimento.

%d blogueiros gostam disto: